default-logo

Creme Vegetal: cuidado com as definições!

Em muitas receitas veganas consta “creme vegetal” na lista de ingredientes, em substituição à margarina.

Isso ocorre pois, de acordo com a legislação brasileira (Portaria 372/97, DIPOA):

“Definição: Entende-se por MARGARINA o produto gorduroso em emulsão estável com leite ou seus constituintes ou derivados, e outros ingredientes, destinados à alimentação humana com cheiro e sabor característico. A gordura láctea, quando, presente não deverá exceder a 3% m/m do teor de lipídios totais.”

Assim, qualquer produto identificado como “margarina” em seu rótulo ou no rótulo de produtos que a contém, contém leite ou algum de seus derivados, obrigatoriamente.

Por sua vez, o creme vegetal, de acordo com a Portaria 193/99-Anvisa, pode ou não conter leite:

2.1.Definição

CREME VEGETAL é o alimento é em forma de emulsão plástica, cremoso ou líquido, do tipo água/óleo, produzida a partir de óleos e/ou gorduras vegetais comestíveis, água e outros ingredientes, contendo no máximo 95% (m/m) e no mínimo 10% (m/m) de lipídios totais.

Sendo que constam no item 4.1, como ingredientes opcionais: Sal, Amidos e/ou amidos modificado, Açúcares e/ou glicídios (exceto poliálcoois), Proteínas comestíveis (que, portanto, pode ser de origem animal, como a gelatina), Malto dextrina, Ácidos graxos essenciais (mono e diglicerídeos principalmente, que podem ou não ser de origem animal), Vitaminas e/ou minerais (vitaminas A e D são especialmente problemáticas), Culturas de fermentação de ácido láctico e/ou produtoras de aromas (que podem ou não conter ingredientes de origem animal), Gema de ovo (origem animal), Leite e seus constituintes (origem animal), Gordura láctea – não mais que 3% do teor total de lipídios (origem animal).

Assim, embora em receitas vegetariana/veganas o creme vegetal deva ser encarado como o substituto vegano à margarina (sendo necessário confirmar não só a ausência do leite mas também de outros produtos de origem animal), nota-se que sempre é necessário ter cuidado com a composição exata. Tal cuidado mostra-se especialmente importante em relação aos produtos em que consta “creme vegetal” entre os seus ingredientes, não se autorizando a presunção de que esse produto seja adequado a veganos, portanto. Além de verificar a inclusão ou não de leite/derivados, é necessário verificar a origem dos ingredientes adicionais.

Entretanto, é correto afirmar nenhuma margarina – ou produto que contenha – é adequada para veganos.

Fonte: www.ufrgs.br/Alimentus/feira/prlegum/margarina/legislacao_base.htm

Ainda, como o veganismo tem por objetivo excluir o máximo de produtos advindos da exploração animal, há que se refletir sobre o fornecedor do produto e sua política de testes em animais.

Pessoalmente, fiz uma opção pelo óleo de palma orgânico, pela gordura de coco ou por emulsões caseiras quando a receita necessita de uma gordura sólida. Ainda, em muitos casos, a mera substituição por óleo ou uma mistura não emulsionada de óleo e água pode ser usada.

Sobre o autor