default-logo

Biscoitinhos (ou base de torta)

Essa receita básica de biscoitos crocantes não pode faltar no seu caderno de receitas . Se desejar uma base de torta doce, utilize metade da receita para uma fôrma com aro removível, pré assando antes de colocar o recheio.

Ingredientes:

  • 1 xícara (chá) farinha de trigo branca
  • 1 xícara (chá) Farinha de Trigo Integral Fina
  • 1 xícara (chá) amido de milho
  • 200g gordura de palma ou de coco
  • 1 colher (sobremesa) raspas de laranja (opcional)
  • 1 pitada sal
  • 1 colher (café) extrato ou essência de baunilha (ou amêndoas)
  • 1 xícara (chá) açúcar branco, mascavo, cristal orgânico ou demerara
  • 2 a 4 colheres (sopa) água ou leite vegetal

Modo de Fazer:

Misture a água com o açúcar escolhido (quanto mais fino o açúcar, mais liso e doce o biscoito. Ao mesmo tempo, o uso de um açúcar demerara – que irá dissolver pouco – agrega uma crocância interessante ao biscoito e pontos de doçura. Você pode usar meio a meio).

Misture a essêncie e raspas, farinhas e gordura, trabalhando a massa até ficar homogênea. Cubra com filme e deixe descansar em geladeira por 2 horas.

Polvilhe uma superfície com amido e abra com rolo até uma espessura de 1,5cm. Dê formato com cortadores, marcadores ou até mesmo copos de boca mais fina. Caso não tenha marcadores, adicione um pouco mais de leite vegetal, até que a massa possa ser enrolada, dando o formato que quiser (de rosquinha até “dedo de bruxa”).

Asse em tabuleiro polvilhado com farinha (ou coberto por silpat ou papel manteiga) por 30 minutos na temperatura de 180ºC, até dourar. Espere os biscoitos esfriarem para manuseá-los, decorá-los, etc.

=====

ANOTAÇÕES

Biscoitos básicos e fáceis.

O sabor dos biscoitos pode variar com a troca de 1/3 do amido por cacau e, ainda, pela inclusão de ingredientes sólidos como coco ralado e castanhas em pequena quantidade. Outras especiarias como cravo, canela, cardamomo, etc, também podem ser usadas. Não inclua, entretanto, ingredientes líquidos (a não ser em substituição à água que já consta na receita). Experimente também manter a massa e criar coberturas com sabores diversos.

O uso da gordura sólida (ou semi sólida) é realmente importante, para que os biscoitos não fiquem com aparência oleosa após esfriarem. Nesse caso, a gordura de coco pode ser utilizada sem problemas, pois não ficará rança nesse tipo de massa (o que pode ocorrer em cremes).

O óleo orgânico/gordura de palma e a gordura de coco infelizmente são produtos que o mercado direto para consumidores colocou em segundo plano. Entretanto, é possível encontrar em lojas de produtos para sorveterias, confeitaria e também em algumas lojas que trabalhar com produtos naturais.

Seguem algumas opções com bom preço (contato da fábrica/distribuidor, para que possam encontrar na própria cidade). O óleo de palma tem sabor neutro, a gordura de coco tem sabor característico de coco:

*Pilões Agro: Óleo de palma orgânico. Embalagens 300g e institucional 15Kg. F: (12) 3132-6062

*Agro Palma. Óleo de palma orgânico, mas só em embalagem institucional: fale@agropalma.com.br

*Triângulo Alimentos. Gordura de coco (pode ser mista com palma e/ou babaçu. Pelo sabor, fica melhor em biscoitos, bolos e pratos regionais): triangulo@trianguloalimentos.com.br . Em pacotes de 1Kg e também baldes de 15kg, essa é a opção mais econômica das três.

Todas são opções de gorduras sólidas não-hidrogenadas que podem ser empregadas na culinária vegana e têm preços razoáveis.

Existem, ainda, gorduras extra virgens de coco que são bem mais caras. Essas têm ótima qualidade, mas são inviáveis economicamente pra uso no dia a dia, especialmente em receitas com maior quantidade de gordura.

Sobre o autor