default-logo

Brownie Natural

BrownieSendo honesta: bolos com feijão azuki não são uma novidade. E a textura de brownie desses bolos também não.  Só colocar no Google “bolo” ou “brownie” de feijão azuki e se divertir com os resultados.

Aliás, nem doces com feijão azuki são novidade: o anko (sendo o tipo koshi-an ou mais conhecido por aqui) e o Yokan são bastante tradicionais na culinária japonesa. O que nos falta é costume de usar leguminosas em doces.  

Mas a novidade nessa receita – pelo menos pra mim – foi fazer o brownie sem glúten, sem milho, sem soja, enriquecido com linhaça, complementando o perfil de aminoácido com farinha de arroz integral e com açúcares não-refinados (além de sem ovos ou leite, como todas as receitas que eu faço).O que foi uma inspiração de última hora resultante da minha compra de algumas variedades de feijões na semana passada.

Mas se é muito “sem” pra você, tente a receita do brownie tradicional

Confesso que nem sempre essas são minhas primeiras opções (eu não tenho alergia a nenhum dos ingredientes citados e – confesso – não vejo nenhuma vantagem na imensa maioria das restrições de alimentos eleitos como os vilões do momento. Especialmente quando os vilões são os alimentos de origem vegetal sem nenhuma comparação com os problemas que ovos, leite e derivados trazem).

Apesar da minha opinião, temos tido mais procura por produtos para atender essas restrições; e restrições são sempre uma boa possibilidade de exercício pra aprender a fazer algo diferente. Além disso, algumas pessoas são efetivamente alérgicas e gostam de ter uma opção.

Ainda não é meu doce preferido, mas certamente é uma boa opção pra sair da rotina e tem um argumento nutricional positivo além da mera restrição de glúten.

Só atenção: esse doce é BEM alimentício e a saciedade de um pedaço grande é praticamente de uma refeição. Na foto, para complementar, uma bola de sorbet de chocolate meio amargo com linhaça do VegVida. E muita canela.

Ingredientes: 

  • 1 e 1/2 xícara (chá) feijão azuki (medido cru)
  • 1/4 xícara (chá) sementes de linhaça
  • 1/2 xícara (chá) água morna (ou café, se você estiver se sentindo aventureiro)
  • 1/2 xícara (chá) açúcar mascavo
  • 1/2 xícara (chá) melado
  • 1/4 xícara (chá) óleo
  • 1 pitada generosa de canela
  • 1/3 xícara (chá) cacau em pó
  • 1/2 xícara (chá) farinha de arroz integral
  • 1 colher (sobremesa) rasa de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (chá) extrato ou essência de baunilha (ou outra; estou pensando em testar com a imburana de cheiro, por exemplo)

Modo de preparo: 

Deixe o feijão azuki de molho por 8 horas. Escorra e descarte a água; na seqüência cozinhe em água correspondente ao dobro do volume dos grãos já demolhados até que fiquem macios (aproximadamente 15 minutos em panela de pressão ou 40 minutos em panela comum). Escorra em uma peneira (o caldo pode ser aproveitado depois em molho, cozidos e sopas) e passe no processador ou faça um purê amassando e passando por uma peneira.

Coloque a linhaça de molho na água morna e deixe até que libere a mucilagem.

Misture açúcar mascavo, farinha de arroz integral, cacau, bicarbonato e canela; em outra vasilha misture o purê de feijão azuki, óleo, melado, essência e a água com linhaça. Combine as duas misturas.

Asse em forma untada e enfarinhada, deixando a massa com pouco mais de 1cm de altura, em fogo médio por cerca de 30 minutos. A massa de brownie é mais consistente que a de um bolo comum.

Renata Octaviani Martins – VegVida

Sobre o autor