default-logo

Geléia de Pitanga

Geléia caseira de pitanga (com as pitangas aqui de casa).

Essa frutinha – nativa da Mata Atlântica e que praticamente fica restrita aos sortudos que as têm em seu quintal – poderia ser muito melhor aproveitada em nossa culinária. E podemos começar por uma das formas mais antigas e mais práticas de modificar e conservar as futas: a geléia.

O único “segredo” é a forma de retirar as sementes.

Depois de pronta, que tal com panquecas (http://www.vegvida.com.br/site/receitas/panqueca-americana-179/ )?

Ingredientes:

  • Pitangas (o máximo que vc conseguir colher; o mais vermelhas possível). 
  • Açúcar (veja quantidade nas instruções). Pode ser utilizado o orgânico, o demerara ou o refinado.
Modo de Fazer:

Ferva água suficiente para cobrir as pitangas colhidas. Quando a água entrar em ebulição adicione as frutas e cozinhe brevemente as pitangas – poucos minutos, o suficiente para conseguir tirar todo o caroço com facilidade. Passe tudo por uma peneira grossa para reter as sementes e fibras mais grossas, forçando a polpa com as mãos ou com uma colher, retirando os caroços à medida que soltam.

Pese a polpa obtida e adicione de 40 a 50% do peso em açúcar. Caso não tenha balança e a quantidade de frutas não for muito grande, use pouco menos da metade do volume da polpa como referência para dosar o açúcar. Leve ao fogo baixo e dê ponto de geléia. Guarde em pote fechado.

Sobre o autor