default-logo

Keftedakia Vegana com Molho de Pimentão

Keftedakia

Depois de uma sessão do filme grego “O Tempero da Vida” é quase impossível não ter desejos de experimentar comida grega. Eu sei que eu tive.

Acabei fazendo uma pesquisa e encontrei o site www.argiro.com.gr , da cozinheira Argiro Barbarigou, com muitas receitas tradicionais. Poucas veganas, mas muitas fáceis de adaptar. Selecionei duas para a minha aventura grega: Keftedakia (almôndegas com ervas da Ilha de Paros), em que troquei a carne por nozes e complementei com um molho de pimentão que resolvi fazer na hora, e Melitzanes Imam (berinjela assada e recheada), essa tradicionalmente vegana.

As almôndegas são fritas, mas podem ser assadas desde que se tome cuidado para não ressecarem.

O segredo do molho de pimentão está em queimar bem a pele para que adquira um sabor levemente defumado e a casca saia com facilidade. Para quem acha pimentão indigesto, retirar a pele desse forma costuma melhorar muito a digestão.

KEFTEDAKIA

Ingredientes: 

  • 2 xícaras (chá) de oleaginosas diversas (usei um mix de pecan, castanha de caju, amêndoa e castanha do pará; use as que você quiser)
  • 1 tomate maduro
  • 1/2 cebola média
  • 1 colher (café) canela em pó
  • 1 fatia grossa (de +/- 70g) de pão amanhecido vegano (usei um que fiz em máquina de pão)
  • 1 colher (sopa) vinagre balsâmico
  • 1 colher (sopa) Ouzo (ou utilize cachaça + um pouco de anis)
  • 1 colher (sopa) folhas de manjericão fresco
  • 2 colheres (sopa) folhas de hortelã fresca
  • 1 colher (chá) orégano seco
  • 1 colher (chá) chia (opcional)
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Farinha de trigo para polvilhar

Modo de fazer: 

Hidrate as nozes em água morna por 30 minutos (enquanto isso, prepare o restante da receita). Retire a pele do tomate (colocando em água fervente ou queimando diretamente no fogo) e retire as sementes. Passe rapidamente a fatia de pão em um fio de água e esprema para que vire uma massa. Descarte a água das nozes e coloque todos os ingredientes – exceto farinha de trigo – em um processador (ou use um moedor).  Bata até conseguir uma massa uniforme; deixe descansar um pouco.
Faça bolinhas médias, polvilhando um pouco de farinha de trigo em volta. Frite por imersão em óleo (ou azeite comum, se preferir) a 180ºC por 3 minutos – o centro tem que cozinhar completamete – escorrendo em papel absorvente. Sirva com o molho de pimentão a seguir.

MOLHO DE PIMENTÃO

Ingredientes: 

  • 1 pimentão vermelho
  • 1 tomate maduro
  • 1/4 de uma cebola média
  • 1 dente de alho
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Azeite para refogar

Modo de fazer:

Queime completamente o pimentão direto sobre a chama do fogão (pode apoiar sobre os queimadores e vire aos poucos para queimar todos os lados. Deixe ficar preto, mesmo, sem medo). Coloque em uma tijela e cubra com um PVC para abafar. Deixe esfriar. Enquanto isso retire a pele do tomate (você pode ter feito isso junto com o outro tomate da receita…), as sementes e pique em cubos. Pique a cebola e o dente de alho.

Retire a pele do pimentão esfregando com a ponta dos dedos; ela sairá facilmente. Retire o cabo, as sementes e a placenta (a parte branca). Pique em cubos. No caso, como eu pretendia usar o processador, eu piquei tudo grosseiramente; caso prefira fazer o molho todo na mão, pique tudo bem pequeno e com cuidado.

Refogue a cebola e o alho no azeite até começar a dourar, acrescentando o tomate e o pimentão, mexendo até que o tomate comece a soltar água. Bata tudo no processador ou liquidificar e retorne à panela para reduzir. Finalize com azeite, misturando bem, e sirva com as almôndegas.

===

Renata Octaviani Martins

Sobre o autor